Pages - Menu

Template temporário! Grata pela compreensão!

sem foco

Este texto não tem um foco ; não diga que não avisei.
Como amo meus leitores, não precisam ler para comentar ^^
   - Porém, este texto não está aqui por acaso.

Olhei tuas fotos e me senti um lixo, mas logo comecei a olhar para dentro de mim. eu sou uma pessoa boa apesar dos meus defeitos, e sinto aquela paz que todos almejam só de saber quem sou, aquela luz e claridade que inunda sem perguntar se pode entrar. as vezes tenho aquela pontinha de depressão, que me faz sentir o impostor, e aqueles pensamentos malvados, que me fazem perceber o quão mal alguém pode ser.

Apesar de tudo me sinto melhor, porque sou por dentro. o que fará quando estiver a beira dos oitenta? nenhuma beleza exterior irá nos salvar e nos garantir benefícios, por isso que me sinto bem, me sinto mais pura e segura. só agora entendo o que tentaram me dizer, a diferença entre o bem e o mal, e finalmente consegui me convencer de que pertenco ao bem. percebe-se quem tem tendencias malignas, quem é falso. é como se um 'bip' interior disparasse toda vez que tramam contra mim.

É difícil, as vezes me sinto sozinha nessa luta interior, nessa oposição de pensamentos com toda essa explosão de sentimento, e as vezes se torna tão quieto e sereno que parece nem existir. quando as coisas deixam apenas lembranças, as lembranças começam a parecer boas, na verdade melhores do que realmente são. a saudade me fez idolatrar o passado, e acabei esquecendo do futuro, do presente. vivi o presente querendo o passado, e me esqueci que no futuro iria querer reviver o presente que perdi.

Não é tão difícil de compreender se parar para analisar, todas as pessoas são más; só que algumas são mais. todos os amores que vivi valeram a pena, porque me renderam experiencia de vida, amor próprio e educação. já me humilhei muito para quem não merecia, e aprendi que meu orgulho só deve ser quebrado à quem me ama, e isso me lembra à uma pessoa.

O que seria de mim sem você, Nyd? foi você quem me livrou daquele labirinto, eu sei que você me entende. seu amor, acima de tudo, me fez te amar, porque me amou primeiro e me conquistou, foi difícil e conseguiu, olhe onde chegamos, seis meses, você sabe que eu não estaria mais viva se não fosse por você. por amar quase morri, e ainda amo, só que agora seu amor me traz vida, e por ti eu amo viver, porque sei que vou viver do teu lado cada segundo.

Os nossos planos, brincadeiras, conversas, até as brigas, eu amo tudo. eu amo fazer dramas e choramingar no seu ombro, ter toda sua atenção, ficar no seu colo e me sentir uma bebezinha, e saber que posso estar com meus cinquenta anos, que serei uma nenem para sempre aos seus olhos. eu só choro com o medo da morte, e antes eu não temia a isso, mas agora temo, temo que ela me tire de você, ou que te tire de mim. eu não suportaria, iria junto, perdão.

Seu ciumes é a forma mais bruta de demonstrar a preocupação comigo, conosco. essa possessividade, que nos causa briga as vezes, posso até reclamar, mas eu amo ela, me sinto tão sua e protegida por você. como você me explica, parece sentir o mesmo, e é por isso que todos os dias soletro para você que és minha, e somente minha.

Como a coruja, que vem com sua esposa me visitar todas as tardes, qualquer sinal de ameaça à nós, e principalmente à você, é como estar despertando meu insinto animal, aquele de agir sem pensar, de fazer o que for preciso para manter tudo que existe no seu mundo em perfeita ordem, e deixar claro o que é meu de fato. deixar claro que fui conquistada antes de sonhar a voltar me relacionar novamente.

Não agiria assim se não tivesse total certeza de onde piso. por isto, meu amor, sempre cobro ouvir de você que me preferes e que de qualquer modo estaria sozinha a estar com outra, porque seria tão em vão lutar por alguém que não quisesse a vitória, seria como se algo estivesse apodrecendo dentro de meu peito e tudo que eu pudesse fazer seria esperar a morte me levar pelo colo.

Sim, estou na beira dos dezoito e dizem que adolescentes como nós não sabem o que é amor, e espero mesmo que eu não saiba, pois quero poder te amar mil vezes mais do que já amo. que você seja mil pedaços mais minha, mil cores, mil cheiros e mil toques. que estejam certo os sábios ao falarem que somos jovens e o amor é como uma folha seca entre nossos pés, que essa folha se quebre e voe para longe para que o verdadeiro amor, aquele que vem com os anos de vivencia, que esse sim cresça firme e forte, dentro de cada uma de nós.

Desculpa guardar estas palavras tanto tempo, também não sei se estou me precipitando, é porque algumas coisas aconteceram, mudaram o percurso de meus planos, por sorte não foi o suficiente para me frustrar. e seis meses ao seu lado (na verdade meus primeiros seis meses com alguém, e que maravilha que esse alguém é você) me fizeram ser uma pessoa melhor. todos os próximos meses serão uma surpresa radiante para mim.

A culpa é mesmo da humanidade por me fazer sentir tão solitária, o que custa de cada um de nós fazer algo, mesmo que seja pequeno, para ver o próximo sorrir? há quem ria de mim e minhas "bondades", mas são atos que beneficiam a todos, até mesmo os que o exercem, o ato de amar o próximo, dar sem receber, e é assim que Nyd e eu conseguimos prosseguir, foi essa a estratégia dela.

Me amou antes de tudo, e eu não canso de lembrar isto, porque foi a coisa mais linda que alguém fez por mim, enquanto eu estava tão machucada e perdida ela vem, não com todas as soluções, mas com a esperança e a fé, com a visão aguçada, com aquele sentimento que faltava, vontade de viver. me mostrando novos motivos, tudo novo, nova vida, e se falasse que me livrou de um caminho perigoso eu não estaria mentindo.

Você perguntou, meu amor, porque fiquei triste ao saber aquela noticia do meu amigo, eu não sabia como lhe dizer, mas foi porque eu sei que poderia ser eu, e seria se você não estivesse na minha vida. fazemos sacrifícios uma pela outra, e muitos deles podem parecer banais ou chatos no começo, só que no decorrer do tempo nos mostram o quão saudáveis e importantes são.

Uma vida a dois é mais pura que toda essa perdição oferecida em bandejas de ouro. amo nossos pratos de barro, se é que consegue me entender. eu amo porque é com amor, e com amor foi feito, e com amor é tratado. aquele amor que alguns não conhecem e jamais vão conhecer.

É difícil saber quem realmente amou um dia, pois o amor é um sentimento, e sendo isso não tem definição, apenas se descreve o que sente, mas não sabemos se descrevemos corretamente. então é completamente normal alguém nunca ter amado, apenas sentido possessão, e aquela vontade de ter para si, achando que ama enquanto está meramente sendo egoísta.

Pessoas assim agem pensando somente no seu próprio bem, se amassem com o coração e soubessem, no seu caso, que outrem está bem, feliz, completo; então essa pessoa cujo amor é verdadeiro, desistiria de seus planos, sem ser condenado à covardia. então é fácil perceber quando alguém não ama e faz de tudo para manter seu ego e razão por cima de tudo e todos.

Coitado daqueles que se acham sábios, eu realmente sinto muito, meus pêsames, pois neles faleceu a noção de realidade. auto-elogio é em vão e faz parecer mais ignorante, o melhor é esperar o elogio de alguém, e como essa sociedade anda tão sociopata, com muito esforço conseguirá receber um "parabéns", e sinta-se bem quando isso acontecer, pois não é sempre.

Deveria ser assim sempre, elogios escassos, ditos na verdade, e não no interesse ou incluidos na manipulação, pois acabam por perder seu valor. assim como o eu te amo, tão lindo e puro que da medo de dizer, mas algumas pessoas o desperdiçam e dizem em meio de brigas, surtos e saudações, como se fosse a palavra de trégua que transforma todo sentimento mal em bem, coitados.

Novamente coitados. e coitada de mim que tenho tanto a aprender, porém não acho alguém que queira ensinar.