Pages - Menu

Template temporário! Grata pela compreensão!

-você-

não tenho medo da solidão, tenho medo de nunca mais -você-, ao mesmo tempo que te quero te repulso de mim. eu sou assim, uma eterna problemática, eterna confusa. só você é capaz de me entender, e eu contava tudo a ti, mas não mais, não agora, não depois disto tudo, minha confiança em você, simplesmente se despedaçou. pela segunda vez você me desapontou, prefiro a solidão.
esse -você- de alguma forma me domina e me prende, essa sua falta de opinião, falta de reações quanto ao que faço, a sua insensibilidade comigo, sua falta de interesse que se transforma em amor puro e alta chama quando estamos longe, me confunde e me domina, me transforma em tudo o que quer. me faz querer ser livre mas inteiramente presa em teus braços.
não, não há mais nada aqui para a gente, vamos seguir em frente, cada um segue seu caminho. não tenho medo da solidão